Ideia Fértil

Preservação da Fertilidade

Preservação da Fertilidade

Atualmente, com a mudança do cenário global e do papel do homem e da mulher na sociedade, as pessoas pensam em constituir suas famílias mais tardiamente, deixando o sonho da maternidade e da paternidade para após a realização profissional, após uma viagem especial ou outra realização que desejem ainda sem a responsabilidade de cuidar de um filho, pois um filho é para toda a vida. Esse sonho ainda pode ser postergado ou inibido devido a problemas sérios de saúde que comprometam a fertilidade após seu tratamento.

Pensando nisso, desenvolvemos o serviço de Preservação da Fertilidade, que conta com o nosso setor de Preservação de Gametas.


Feminina

Feminina

Programa Maternidade no Futuro

O que é?

Um programa que protege, cuida, acompanha e orienta a saúde reprodutiva da mulher ainda em idade jovem. Pode ser realizado à partir dos 18 anos, e é indicado que seja feito até a menopausa, porém o ideal é iniciar até os 34 anos, idade considerada fértil para a mulher, lembrando que cada uma tem um histórico e saúde reprodutiva únicos e que a idade é relativa quando o assunto é fertilidade. O Programa visa reduzir o risco da mulher jovem de não realizar o sonho da maternidade devido às mudanças que ocorrem no decorrer dos anos no organismo feminino.

Mesmo que hoje a mulher não queira ter filhos, é muito importante que ela saiba como está a sua capacidade fértil, isso geralmente só é identificado nos consultórios de ginecologia caso a mulher tente engravidar e não consiga, ou caso ela mesma solicite ao seu médico, devido a este fato nós resolvemos oferecer mais este serviço por custos acessíveis às mulheres dinâmicas, com uma vida ativa, cheia de planos para agora, mas que sonham com a maternidade só no futuro.

E as pacientes com mais de 34 anos? Podem passar pelo Programa Maternidade no Futuro?

Sim, devem. A indicação é o quanto antes melhor, devido ao número de óvulos produzidos, mas cada mulher tem um  organismo diferente, cada uma responde de um jeito ao tratamento de indução da ovulação e pode ser que em um único ciclo ela obtenha o número ideal de óvulos, porém a probabilidade de uma mulher aos seus 37 anos, por exemplo, ter que realizar 2 ciclos para atingir o número ideal de óvulos para congelamento, é bem maior do que uma de 25 anos, ou seja, se você tem mais de 34 anos, ainda não tem filhos, mas deseja ser mãe, você pode e deve participar do nosso programa pois certamente é o momento mais do que ideal para cuidar da sua fertilidade.

Como participar?

As mulheres jovens interessadas devem agendar uma consulta aqui no Ideia Fértil. Essa consulta será realizada com o médico ginecologista especializado em Reprodução Humana e responsável pelo atendimento de pacientes de Preservação da Fertilidade, após a consulta, serão solicitados exames diversos e específicos para avaliação, de acordo com os resultados, nosso médico responsável irá orientar as pacientes, a orientação pode ser para que volte depois de determinado período para fazer uma nova avaliação, mas também poderá ter a indicação de congelamento dos óvulos caso ele identifique a necessidade. O importante é fazer o acompanhamento e ter ciência da sua saúde reprodutiva. 



O que o Programa Maternidade no Futuro oferece?

- Consultas com o médico especializado em reprodução humana responsável pela Preservação da Fertilidade periodicamente.

- Diagnóstico  e orientação sobre a saúde reprodutiva.

- Acompanhamento da equipe de psicólogos casa haja interesse da paciente.

Para saber mais sobre a Preservação da Fertilidade e como é o tratamento para o congelamento dos óvulos caso o médico no Programa Maternidade no Futuro indique, permaneça nesta página lendo o conteúdo abaixo. 

Preservação da Fertilidade Feminina

A vida é dinâmica, as pessoas estão cada vez mais conectadas, o acesso às informações está cada vez mais rápido, o crédito é acessível para grande parte da população, a necessidade do dinheiro e do trabalho já é natural, com tudo isso, surgem mais desejos de realizar novas experiências, conhecer novos lugares, adquirir cada vez mais bens materiais e aproveitar mais a vida.

A carreira para muitas mulheres é prioridade e foco entre seus 22 a 45 anos de idade. Esse é o novo e atual mundo da mulher de hoje, da mulher moderna, independente e antenada, mas ainda sim, de uma mulher que mesmo com toda essa atualidade ainda possui o instinto maternal, ainda tem o dom de dar a vida, de realizar o que nenhum dinheiro pode pagar e o que nenhum lugar no mundo pode substituir, o sentimento genuíno e puro da maternidade.

A preservação da fertilidade da mulher é uma contribuição da medicina de reprodução assistida para esse novo mundo.

O que é Preservação da Fertilidade Feminina?

Trata-se do congelamento dos óvulos da mulher para que sejam utilizados em uma futura Fertilização In Vitro quando assim desejar a paciente.

Como é o tratamento?

Após realizações de exames para avaliar a produção de folículos no ovário, é iniciado o tratamento. Logo após o início do ciclo menstrual, as mulheres são submetidas a um estímulo ovariano através de medicações injetáveis que selecionam e promovem o crescimento dos folículos. Esse processo é acompanhado por exames de ultrassonografia por cerca de 10 a 12 dias, no momento adequado, os folículos são puncionados para a captação dos óvulos por meio de um procedimento cirúrgico sem corte, realizado em nosso centro cirúrgico devidamente equipado e preparado para tal.

Após essa retirada, o laboratório especializado avalia os óvulos e os congela por uma técnica chamada vitrificação. Esses óvulos ficam  devidamente seguros e em temperatura adequada para uma utilização futura.

O congelamento de óvulos

O congelamento ou criopreservação de óvulos é feito por meio de uma técnica chamada “vitrificação”. Posteriormente, no momento em que a mulher estiver preparada para a maternidade, os óvulos podem ser descongelados ou desvitrificados e utilizados para a Fertilização In Vitro. No caso de congelamento de óvulos devido ao câncer, dependendo do tipo e do tratamento indicado, outras medidas podem ser adotadas, como a transposição ovariana e a utilização de medicamentos para bloquear o desenvolvimento folicular (Análogos de GnRH).


Masculina

Masculina

Preservação da Fertilidade Masculina

O desejo de gerar uma vida pode ficar comprometido para os homens que precisam se submeter a procedimentos que prejudicam a sua capacidade fértil, como a quimioterapia, radioterapia, vasectomia, cirurgias de próstata, entre outros. Mas, é possível preservar a fertilidade por meio do congelamento seminal, como também realizar a doação para ajudar algum casal que esteja com dificuldades para ter um filho.

O que é a preservação da fertilidade masculina?

Consiste no congelamento de sêmen para uso futuro, com o objetivo de conservá-los em estado de baixo metabolismo celular, mantendo sua capacidade de fertilização.

Como é realizado?

Em geral, é realizado a partir do sêmen ejaculado, mas também podem ser congelados diretamente do epidídimo ou do testículo. Após a análise e seleção das amostras, o sêmen é armazenado e congelado, por tempo indeterminado, podendo ser descongelado quando o paciente desejar.

O Congelamento de Sêmen

A criopreservação seminal vem sendo praticada há algumas décadas. Os espermatozoides podem ser obtidos do sêmen ejaculado ou das punções de epidídimo ou testículo. Após isso, o sêmen é congelado em nitrogênio líquido à -196°C, por tempo indeterminado onde a atividade celular é bloqueada até o descongelamento da amostra. Por meio deste recurso, podemos oferecer suporte às iniciativas para a preservação da fertilidade masculina e aos pacientes que se encontram em tratamento por técnicas de reprodução assistida.


Voltar ao topo